Deprecated: preg_replace(): The /e modifier is deprecated, use preg_replace_callback instead in /home/storage/b/ce/7e/primerengenharia/public_html/libraries/joomla/filter/input.php on line 652

Deprecated: preg_replace(): The /e modifier is deprecated, use preg_replace_callback instead in /home/storage/b/ce/7e/primerengenharia/public_html/libraries/joomla/filter/input.php on line 654

Deprecated: Non-static method JSite::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/storage/b/ce/7e/primerengenharia/public_html/templates/gk_startup/layouts/default.php on line 47

Deprecated: Non-static method JApplication::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/storage/b/ce/7e/primerengenharia/public_html/includes/application.php on line 539
Primer Engenharia - Impermeabilização do imóvel pode evitar problemas estruturais
Menu

Deprecated: Non-static method JSite::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/storage/b/ce/7e/primerengenharia/public_html/templates/gk_startup/lib/framework/helper.layout.php on line 107

Deprecated: Non-static method JApplication::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/storage/b/ce/7e/primerengenharia/public_html/includes/application.php on line 539

Deprecated: Non-static method JSite::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/storage/b/ce/7e/primerengenharia/public_html/templates/gk_startup/lib/framework/helper.layout.php on line 107

Deprecated: Non-static method JApplication::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/storage/b/ce/7e/primerengenharia/public_html/includes/application.php on line 539

Impermeabilização do imóvel pode evitar problemas estruturais

Processo deve impedir a formação de bolhas, manchas e mofos em paredes.

Especialistas afirmam que procedimento deve ser feito durante a construção. 

Impermeabilização de obra pode evitar transtornos, em Goiás (Foto: Danielle Oliveira/G1)       Impermeabilização pode evitar mofo em imóveis (Foto: Danielle Oliveira/G1)

Profissionais da construção civil apontam que a impermeabilização do alicerce do imóvel pode evitar problemas estruturais. Além disso, o processo impede a formação de bolhas, manchas e mofos nas paredes, rodapés e no teto.

Especialista em impermeabilização, o empresário Paulo Arthur Meister explica que, atualmente, é comum que o procedimento seja feito no momento em que estão construindo um imóvel. Contudo, segundo ele, o serviço nem sempre é bem feito. Assim, não evita mofos e infiltração nas paredes.

“Quando você tem uma manta mal aplicada em uma piscina, por exemplo, ela vai vazar e, ela vazando, a água começa a carregar o cimento, a areia e danifica o aço. Com o tempo, além do prejuízo com a água da piscina que vai ter que ficar repondo, danifica a estrutura da casa. Em laje, acontece a mesma coisa”, afirma Meister.

Impermeabilização de obra pode evitar transtornos, em Goiás (Foto: Danielle Oliveira/G1)

Manchas e bolhas também podem ser evitadas com a impermeabilização (Foto: Danielle Oliveira/G1)

Conselheiro do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Goiás (CAU), o arquiteto Marcos Arimatéa destaca que a impermeabilização da obra é necessária. Segundo ele, a nova Norma de Desempenho de Edificações determina que se faça o procedimento em todas as áreas que tenham pelo menos uma lâmina d’água.

“A boa impermeabilização não é feita de qualquer forma. Se, fazendo a impermeabilização no baldrame de edifício, deixar um pequeno ponto sem [impermeabilizar], ela pode ter infiltração de água. É fundamental que faça em toda a base de um edifício, principalmente se for casa”, explica.

Impermeabilização de obra pode evitar transtornos, em Goiás (Foto: Danielle Oliveira/G1)

Especialista diz que impermeabilização pode evitar transtornos (Foto: Danielle Oliveira/G1)

De acordo com o conselheiro, devido ao período chuvoso, também há a necessidade de proteger as paredes do lado de fora da casa. Ele explica que, ao cair, a chuva respiga até uma altura de 1,5 metros na parede. Além disso, a pintura externa não pode ser à base de PVA, por ser um material de gesso, fácil de absorver a umidade. “Tem que ser pintura acrílica ou textura impermeável”, opina.

Conforme Arimatéa, existem métodos químicos que podem substituir o tradicional processo de impermeabilização ou amenizar os efeitos da falta dele, contudo, são caros. Já Meister opina que não há outro método eficiente como a impermeabilização.

 * Danielle Oliveira é integrante do programa de estágio entre a TV Anhanguera e Faculdades Alfa, sob orientação de Elisângela Nascimento.

Fonte: Globo.com

Autor: Danielle Oliveira*Do G1 GO

Publicado: 10/09/2016 07h00 - Atualizado em 10/09/2016 07h00